quinta-feira, 1 de abril de 2010

"Grande" alentejano...

Raul, um Alentejano ali dos lados de Mértola, propôs casamento à sua namorada Joana, lisboeta que conheceu na Feira de Castro e ficaram namorando por carta.
Antes de aceitar, ela pensou que seria prudente confessar-lhe:

- Devido a um pequeno problema de infância, eu tenho os seios do tamanho de uma menina de 10 anos de idade.

Ao confessar-lhe o seu segredo, ele simplesmente disse que não tinha nenhum problema com isso, pois o amor que sentia por ela era tão assolapado que esse pequeno detalhe não seria nada.

Mas, já que estavam no tema das confissões, ele pensou que seria prudente também confessar-lhe um pequeno problema que ele tinha guardado por muitos anos.

Olhou-a, bem no fundo dos olhos, e disse:

- Joana, também tenho que te fazer uma confissão: eu tenho o meu instrumento (o coiso, tás a ver o que é?) do tamanho de uma criança acabada de nascer, e espero que isso não seja nenhum problema.

Ela, prontamente, respondeu que isso tão pouco seria um problema, pois amava-o tanto que os dois encontrariam uma forma de resolver o assunto.

Casaram-se.

Assim que chegaram ao local da lua-de-mel, começaram com os "amassos"; e quando ela meteu a mão dentro das ceroulas dele, soltou um grito ensurdecedor e saiu correndo para fora do quarto, morrendo de pânico...

Depois que Raul a alcançou, perguntou o que a havia assustado tanto.

E ela respondeu:

- Vomecê mentiu-me, disse que tinha aí o coiso do tamanho de um recém-nascido!

 Ele disse:

-E é verdade mesmo : Pesa 3kg e tem 48cm de comprimento...